sábado, 8 de março de 2014

Samba-enredo:Popular estação do meu sertão ainda não parou.

Autor e puxador:André Francisco Gil.
02/03/14.


Popular estação do meu sertão
onde o samba só espalha emoção.
Minha escadaria,minha baianinha
pela magia dança no arraiá da alegria
festa na floresta simbora que tá na hora
para mostrar a lavagem da escadaria
festejos de cores,sãojoão eu vou pular
de coração do morro ao mar:Iemanjá
cantar de norte a sul minha rainha
viva o brasileiro,viva o povo ribeirinho
desça da jangada acenda a fogueira
sou caprichoso,vou caprichado,ôôô
o povo começou a coroar e pediu pra pular
na festa do congado tem luar pra desfilar
enfeitado de laços,de zabumba e bambas
a voz de Cabral ecoou:-Terra à vista!
se encantou com as negras e as índias
passou a ser luz para não desapontar o povo
meu arco-íris,minha festança,meu povo dança
ouça a história da minha vila,viva,viva
vêm o salvador inteirinho pra rua da garoa
conhecer os contos da passarela da noite
de novo canta o povo:oba-oba-oba...
explodiu a Terra essa dança é o que é
entçao o mundo ficou iluminado nasceu o samba

Todo índio ôôô aqui chegou pegou e farreou
primeira bandeira preta-e-branca tremulou
caiu no carnaval nessa noite de folia agitou
poeira do palco levantou,sacudiu,balançou
com fé no seu forró o povo todo chacoalhou
e na pegada do encanto ninguém mais se segurou